Jogos Atávicos

JOGOS ATÁVICOS

Amilcar de Castro, Antonio Bokel e Ricardo Homen

Curadoria: Ana Carolina Ralston

Assista abaixo o tour virtual da exposição

RICARDO HOMEN

Pintura-objeto 1, 2020

Óleo sobre papel e madeira

25 x 25 x 6,5 cm

(aproximadamente)

R$ 8.000,00

Pintura-objeto 2, 2020

Óleo sobre papel e madeira

25 x 25 x 6,5 cm

(aproximadamente)

R$ 8.000,00

Pintura-objeto 3, 2020

Óleo sobre papel e madeira

25 x 25 x 6,5 cm

(aproximadamente)

R$ 8.000,00

Pintura-objeto 4, 2020

Óleo sobre papel e madeira

25 x 25 x 6,5 cm

(aproximadamente)

R$ 8.000,00

Pintura-objeto 5, 2020

Óleo sobre papel e madeira

25 x 25 x 6,5 cm

(aproximadamente)

R$ 8.000,00 

Sem título 1, 2020

Óleo sobre papel e madeira

42 x 30 cm

R$ 6.500,00

Sem título 2, 2020

Óleo sobre papel e madeira

42 x 30 cm

R$ 6.500,00

Sem título 3 2020

Óleo sobre papel e madeira

65 x 50 cm

R$ 10.000,00

Pintura-objeto 6, 2020

Óleo sobre papel e madeira

31 x 31 x 6 cm

R$ 10.000,00

Pintura-objeto 7, 2020

Óleo sobre papel e madeira

31 x 31 x 6 cm

R$ 10.000,00

Sem título 4, 2020

Óleo sobre papel e madeira

42 x 30 cm
R$ 6.500,00

Sem título 5, 2020

Óleo sobre papel e madeira

65 x 50 cm

R$ 10.000,00

Sem título 6, 2020

Óleo sobre papel e madeira

65 x 50 cm

R$ 10.000,00

Sem título 7, 2020

Óleo sobre papel e madeira

30 x 42 cm

R$ 6.500,00

Sem título 8, 2020

Óleo sobre papel e madeira

30 x 42 cm

R$ 6.500,00

Sem título 9, 2020

Óleo sobre papel e madeira

30 x 42 cm

R$ 6.500,00 

Sem título 10, 2020

Óleo sobre papel e madeira

42 x 30 cm

R$ 6.500,00

Sem título 11, 2020

Óleo sobre papel e madeira

42 x 30 cm

R$ 6.500,00

Sem título 12, 2020

Óleo sobre papel e madeira

30 x 42 cm

R$ 6.500,00

Sem título 13, 2020

Óleo e papel sobre e madeira

190 x 140 cm

Sob consulta

Pintura-objeto 8, 2020

Óleo sobre papel e madeira

20 x 19 x 5 cm
R$ 8.000,00

Pintura-objeto 9, 2020

Óleo sobre papel e madeira

24cm ø

R$ 8.000,00

Pintura-objeto 10, 2020

Óleo sobre papel e madeira

26 x 20 x 6 cm
R$ 9.000,00

Pintura-objeto 11, 2020

Óleo sobre papel e madeira

107 x 56 x3 cm

R$ 10.000,00

Pintura-objeto 12, 2020

Óleo sobre papel e madeira

27 x 56 x 3 cm

R$ 11.000,00

Pintura-objeto 13, 2020

Óleo sobre papel e madeira

31 x 31 x 6,5 cm

R$ 10.000,00

Pintura-objeto 14, 2020

Óleo sobre papel e madeira

31 x 31 x 6,5 cm

R$ 10.000,00

Pintura-objeto 15, 2020

Óleo sobre papel e madeira

31 x 31 x 6,5 cm

R$ 10.000,00

Sem título 14, 2020

Óleo sobre papel e madeira

50 x 50 cm

R$ 8.000,00

Sem título 15, 2020

Óleo sobre papel e madeira

50 x 50 cm

R$ 8.000,00

AMSP112020WEB-5846

Sem título 16, 2020

Óleo sobre papel e madeira

200 x 150 cm

Sob consulta

ANTONIO BOKEL

Parada de mão, 2020

Bronze e concreto

190 x 35 x 25 cm

Sob consulta

Listras Assimétricas, 2020

Acrílica e spray sobre tela

200 x 200 cm

Sob consulta

Air painting, 2020

Acrílica, pincel e vidro

86 x 54 x 20 cm

R$ 7.000,00

Skate, 2020

Bronze

80 x 20 x 10 cm

R$ 16.000,00

Desalinha, 2020

Acrílica e spray sobre madeira

160 x 30 cm

R$ 19.000,00

Desvio óptico vermelho pixado, 2020

Acrílica e spray sobre tela
100 x 100 cm
R$ 20.000,00

Óptico naife, 2020

Acrílica sobre madeira

82 x 62 cm

R$ 14.500,00

Forma e deforma, 2020

Vidro e bolas
114 x 13 x 13 cm
R$ 10.000,00

FORMULÁRIO DE INQUÉRITO

Dimensões aparentes, 2020

Acrílica sobre madeira
52 x 43 cm
R$ 11.000,00

Ying yang, 2020

Acrílica sobre madeira

36 x 73 cm

R$ 11.000,00

Moldura que transborda, 2020

Acrílica sobre madeira

58 x 60 cm

R$ 11.0000,00

Quadrado pixado, 2020

Acrílica e spray sobre tela

66 x 127 cm

R$ 19.000,00

Sem título 1, 2020

Acrílica e spray sobre tela

32 x 78 x 4 cm

R$ 11.000,00

Castelo, 2020

Acrílica sobre madeira

65 x 12 x 12 cm

Base em madeira

90 x 28 x 28 cm

R$ 12.000,00

Rede, 2020

Acrílica e spray sobre madeira

73 x 46 cm

R$ 11.000,00

Sem título 2, 2020

Acrílica e spray sobre madeira

63 x 34 cm

R$ 9.000,00

Pós vandalismo óptico, 2020

Acrílica e spray sobre tela

200 x 150 cm

Sob consulta

Listras 2, 2020

Acrílica sobre madeira

50 x 28 cm

R$ 8.000,00

Desvio para o vermelho, 2020

Acrílica e spray sobre tela

120 x 80 cm

R$ 20.000,00

Desvio para o preto, 2020

Acrílica e spray sobre madeira

100 x 75 cm

R$ 17.500,00

AMILCAR DE CASTRO

Sem título 1, década de 1990

Corte
Aço corten
60 x 20 x 5 cm ø
Sob consullta

Sem título 2, década de 1990

Corte e Dobra
Aço corten
80 cm ø
Sob consulta

Sem título 3

Corte e Dobra

Aço corten

50 cm ø

Sob consulta

Sem título 4

Corte e Dobra

Aço corten

50 cm ø

Sob consulta

Sem título 5

Corte e Dobra

Aço corten

50 cm ø

Sob consulta

Sem título 6

Corte e Dobra

Aço corten

40 cm ø

Sob consulta

Sem título 7

Corte e dobra

Aço corten

50 x 19 cm

Sob consulta

Fotos da exposição montada: Samuel Esteves

Jogos atávicos: Amilcar de Castro, Antonio Bokel e Ricardo Homen

A busca pela simplicidade através do gesto, da forma e da matéria. Esta era a tríade que norteava Amilcar de Castro (1920-2002) na sua maneira de criar, sempre defendendo a liberdade de experimentação como forma de amplificar a subjetividade. Afinal, “a arte sem emoção é precária”, dizia. As linhas do mineiro seguem livres percorrendo paralelamente e de forma intuitiva a criação de uma ampla gama de artistas, entre elas as de Antonio Bokel e Ricardo Homen. Juntos e em diferentes períodos, os três ressaltam a importância da produção que envolve o genuíno, sem se esquecerem das linhas, cores e proporções.

 

Amilcar era diretor da escola Guinard, em Belo Horizonte, quando seu conterrâneo Ricardo Homen frequentava o espaço. A convivência com o mestre, que visitava, inclusive, o ateliê do então jovem artista, incentivou-o a aprofundar seus estudos na forma e na cor, fazendo de sua trajetória um rico e autônomo desdobramento da linguagem neoconcreta. O olhar de Homen passou a transgredir e recriar em novos ritmos, mas sempre voltando para a liberdade do simples. Tal modelo também o levou a desenvolver suas reconhecíveis pinturas-objeto. A intimidade com o corte da madeira e o trabalho com volumes fez da construção dessa vertente algo natural. É assim que as pinturas se materializam e ampliam o pensamento lúdico que engloba sua produção, tornando-as formas que se encaixam e desencaixam em uma espécie de jogo. Desenho, torna-se escultura, que transgride à pintura em um ciclo virtuoso.

A obra de Ricardo Homen conversa com a tradição da arquitetura popular e a urbanidade periférica. Neste ponto, ela toca delicadamente um dos assuntos que Antonio Bokel traz à luz em sua produção: a reflexão sobre o espaço urbano. O carioca mistura de forma instintiva o formalismo concreto e a linguagem da arte de rua, trazendo novos elementos e técnicas para telas e esculturas. Arqueólogo da cidade, encontra nas texturas e marcas da nossa civilização as referências que transpõe em suas criações. Assim como Amilcar, que transitava com autonomia por diversos gêneros artísticos, Bokel lança-se pelo desenho, pela pintura e pela escultura em um interessante jogo de ilusão de ótica. O material rígido se contrapõe à leveza do objetivo que mimetiza. A desconstrução das linhas é produzida pelo spray, que rompe a barreira entre os universos da arte contemporânea. É dessa forma que produz esse verdadeiro clash de referências, unindo o concreto ao gestual. Junto ao criador do manifesto neoconcreto, Bokel utiliza-se das formas dispostas para criar um joguete entre derivações geométricas.

 

O gesto, a forma e a matéria unificam-se aqui, na AM Galeria, para acompanhar três diferentes formas de criar, mas com um objetivo em comum, a de desenvolver uma linguagem tão profunda que retorna a tocar o mais atávico que temos em nós: a simplicidade.

Ana Carolina Ralston

curadora