Marina Saleme

São Paulo, SP, 1958. Vive e trabalha em São Paulo.

Graduada na Fundação Armando Alvares Penteado, 1982, em Licenciatura em Artes Plásticas. Freqüentou aulas práticas de pintura e desenho com Carlos Fajardo, Cassio Michalany e Carmela Gross. Participou de workshops com Iberê Camargo, Antonio Dias . Aulas de historia da arte e estética com Alberto Tassinari e Rodrigo Naves. Participou de exposições individuais como artista convidada no CentroCultural São Paulo, Galeria Macunaíma - Projeto Macunaíma (RJ)Centro Universitário Maria Antonia(2001) Estação Pinacoteca (2006), MAM- Nestlé, Paço das Artes, Palácio das Artes (BH), Paço Imperial (RJ)., Centre d`art Contemporaine de Baie Saint- Paul (Canada), Galerie Occurence(Montreal) e em coletivas no MAM na Oca, Paralela(s), Instituto Cultural Itáu, entre outras. Orientou curso de pintura no Instituto Tomie Ohtake de 1992-2010. Fez o cenário do espetáculo Milagrimas de Ivaldo bertazzo , no Sesc Pinheiros em 2005 e os desenhos para a São Paulo cia de deança em 2009. Tem publicado, três catálogos de exposições e dois livros ( Marina Saleme -texto de Lisette Lagnado, 2001- Editora Takano) e Continentes( Empresa oficial de Estado do São Paulo- Paço das Artes, com textos de Angélica de Moraes e Juliana Monachesi - 2003).

Pintora, desenhista e fotógrafa. Começou a dedicar-se ao desenho e, sobretudo, à pintura em meados da década de 1980. Em suas telas - geralmente de grandes formatos, algumas vezes montadas como dípticos, realizadas com tinta a óleo -, utiliza a intensidade da cor pela sobreposição de tintas (que ganham materialidade), criando um jogo de ocultamento e revelação da forma que se constitui em meio às várias camadas de tinta. Em sua trajetória, a artista tem explorado temas que fazem referência a elementos da paisagem, como nuvens e fenômenos da natureza, além de propriedades da pintura, como a ideia de conter e vazar. Escorrimentos, vultos, poças e tramas, característicos de sua obra, aparecem também em outros suportes (o jornal, a parede ou a fotografia) como desdobramentos de sua pintura. Por um tempo a artista se dedicou à observação do espaço urbano, a partir do qual sua pintura era configurada através de verticais que determinavam a composição da tela. Atualmente, através de recortes que se distanciam da figuração, a artista reprocessa o espaço observado de forma subjetiva, delineando um território sensível da sobreposição de camadas de cores que imprimem à obra um caráter etéreo e cósmico.

Arte do resgate: conheça o ateliê da artista plástica Marina Saleme +

Metrópolis - Entrevista com a artista plástica Marina Saleme +

 

Exposições individuais

2013 Figurantes [Extras], Galeria Luisa Strina, São Paulo.
2009 Liquid Paper, Galeria Luisa Strina, São Paulo.
2009 Liquid Paper, Rhys-Mendes, Belo Horizonte.
2006 Contadores, Estação Pinacoteca, Pinacoteca do Estado, SP.
2004 Sem-Chão, Galeria Luisa Strina, São Paulo.
2004 Paysage Artificiel, Galerie Occurrence, Montreal, Canadá.
2003 Continentes, Paço das Artes, São Paulo.
2001 Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo.
1999 Paço das Artes, São Paulo.
1998 Poças, Objetos Diretos, Rio de Janeiro.
1997 Galeria Luisa Strina, São Paulo.
1997 Paço Imperial, Rio de Janeiro.
1996 Pintura, Palácio das Artes, Belo Horizonte.
1995 Centro Cultural São Paulo.
1995 Galeria Luisa Strina, São Paulo.
1992 Galeria Macunaíma, FUNARTE, Rio de Janeiro.
1990 Centro Cultural São Paulo.

Exposições coletivas

2013  O  Agora e o Antes. MAC USP. Museu de Arte Contemporanêa de São Paulo. SP. Curadoria Tadeu Chiarelli.
2008 MAM 60, Oca, São Paulo, SP
2008 Poéticas da natureza, Museu de Arte Contemporanea USP, São Paulo, SP
2008 Arte contemporânea, Aquisições recentes do acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo
2008 Arte pela Amazônia, Fundação Bienal de São Paulo, SP
2007 Chapel Art Show, SP
2006 MAM na Oca, Oca, São Paulo,SP
2006 Parelela, São Paulo,SP
2005 O retrato, possibilidades, Museu de arte de Ribeirão Preto, SP.
2004 Surface sensible, Centre D´Art Contemporaine De Baie-Saint-Paul.
2004 Artista-residente, Quebéc, Canadá.
2004 Paralela, SÃO PAULO.
2004 Exposição do acervo, Pinacoteca Do Estado de São Paulo, SP.
2003 Acervo 2003/2004, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
2003 Coletica, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
2003 Meus Amigos, MAM, Sp.
2002 Parelela São Paulo, Sp.
2002 Desenhistas E Coloristas, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Sp.
2001 MAM-Nestlé - Pintura Contemporânea, São Paulo, Sp.
2000 O desenho no acervo, Centro Cultural, São Paulo, Sp.
1998 Grandes Formatos, Centro Cultural, São Paulo, Sp.
1997 Laboratoire Sculpture Urbaine, Grenoble, França.
1996 Grandes Formatos, Centro Cultural, São Paulo, Sp.
1994 Poética Paulistanas - módulo 1 - Espaço Cultural Citibank, São Paulo, Sp.
1993 Coletiva do Prêmio Gunther de Pintura - Museu de Arte Contemporânea de São Paulo.
1993 VI Bienal de Santos.
1993 13° Salão nacional de artes plasticas- Funarte - Rio de Janeiro.
1992 Coletiva 1992 - Projeto Macunaima, Funarte, Rio de Janeiro.
1992 Artisti Contemporanei - Embaixada do Brasil, Roma, Itália.
1992 24° Salão de arte de Piracicaba - instalações.
1991 23° salão nacional de arte - premio aquisição, Belo Horizonte.
1991 Fax Art - Museu de Arte de São Paulo para o museu de arte de Cartagena e centro colombiano de Medellin, Colombia
1991 XVI salão de arte de Ribeirão Preto
1990 Colégio Mayor Universitário - Madri, Espanha.
1990 13 artistas - Centro Cultural São Paulo
1990 13 artistas - Palácio das artes, Belo Horizonte.
1990 Artistas no centro - Centro Cultural São Paulo
1989 pinturas e esculturas - Paço das Artes, São Paulo.
1989 Galerie Debret - embaixada do Brasil, Paris, França.
1985 7° Salão de artes plásticas de Presidente Prudente, (prêmio-desenho).
1985 X Salão de artes plásticas de Ribeirão Preto (premio aquisição-). (patrimonio publico)
1985 Salão de artes plásticas da noroeste(penápolis)- premio- aquisição.
1985 XII Salão de artes plásticas de Santos.
1982 Fundação Armando Alvares Penteado

Coleções Públicas

MAC USP . Museu de Arte Contemporanêa de São Paulo.
IFF Coleçao Instituto Figueredo Ferraz, Ribeirão Preto, SP.
Casa do Brasil em Madrid, Espanha
Embaixada do Brasil em Roma, Itália
Fundação Padre Anchieta.Coleção Metropolis. São Pulo.
Instituto Cultural Itaú. São Paulo.
Museu de Arte de Ribeirão Preto.São Paulo.
Museu de Arte Moderna de Belo Horizonte, MG.
MAM,Museu de Arte Moderna de São Paulo. São Paulo.
Pinacoteca do Estado de São Paulo. São Paulo.
Pinacoteca Municipal de São Paulo. São Paulo.

Veja mais no site da artista +

 Bibliografia [selecionada]
 
Texto de Cauê Alves para o livro de Marina Saleme, Maio de 2011 +

A presença do ausente, Cauê Alves, Catálogo da exposição Liquid paper, março de 2009 +

Quatro, três, dois, um..., Cauê Alves, junho 2006 +

De chuva, quadros e baratas douradas, Fernando Oliva, texto publicado na Revista Lápiz, Março de 2004 +

Assento/abismo: a alternância entre céu e chão na obra de Marina Saleme, Juliana Monachesi, 2004 +

Paisagem Interior, Angélica de Moraes, texto para o catálogo da exposição de Marina Saleme no Paço das Artes (13 setembro a 12 de outubro de 2003) +

I am still alive, Lisette Lagnado, livro Marina Saleme - Sobre Poças editora Takano, 2001 +

O Lugar das Coisas, Vitória Daniela Bousso +